sexta-feira, 13 de abril de 2012

Como ter uma vida melhor?

Como ter uma vida melhor?

vida melhor 2801081 454x300 Como ter uma vida melhor?
Uma frase de Albert Einstein resume bem isso: “Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes.”
Se tem problemas em sua vida, avalie seus pensamentos diários. Aquilo que você foca seu pensamento é o que você atrai. Aqui vale a máxima “Orai e vigiai!”. Ore agradecendo tudo que tem e vigie seus pensamentos e seus atos. Seja um “observador” de si mesmo. Se continuar pensando e agindo da mesma maneira, sempre e sempre, como quer que as coisas mudem?
Uma técnica que desenvolvi para “vigiar” os pensamentos: Imagine que sua mente é uma mesa branca e que você “Observador” está diante da mesa, olhando para ela e observando qual o próximo pensamento que chegará. Você vai perceber que os pensamentos param, como se ficassem inibidos. É uma ótima técnica para freá-los. Torne hábito essa atitude de observar seus pensamentos, e sentirá o estado de presença, do Observador, o Eu Interior, aumentando cada vez mais.
Outra coisa muito importante são os hábitos. Sabemos que nosso cérebro tem a peculariedade de repetir o estado vibratório emocional, isto é, se você fica ouvindo pessoas negativas falando dos males da vida, seu cérebro tem a peculariedade de repetir esse estado vibratório, trazendo pra você a mesma vibração, através da lei da ressonância e atraindo as coisas ruins para você através da lei da atração. Não assista jornais nem novelas, que só mostram o que há de pior na humanidade! Dê preferência por filmes que nos ensinem algo de útil. É uma situação de auto-alimentação.
Por exemplo, quando alguém está triste, a tendência dessa pessoa é ficar ouvindo músicas tristes, que sintonizam com o atual estado emocional dela. Por consequência disso, como as músicas são tristes, alimentam ainda mais a tristeza, ficando dentro de um círculo vicioso. O mesmo vale para músicas agitadas. Se uma pessoa possui problemas com drogas, por exemplo, quando ouve as mesmas músicas que ouvia quando as usava, instantaneamente seu cérebro liga a música a mesma sensação, ou seja, sem perceber a música te induz ao uso. Se você quer mudar sua vida, mude tudo. Faça uma faxina. Jogue fora tudo que não presta ou que não tenha utilidade nenhuma. Pare de ouvir tudo o que você costuma ouvir. Experimente ouvir músicas alegres, que te tragam paz de espírito, que não te lembrem nenhuma situação ruim de sua vida passada.
Pare de frequentar os mesmos lugares, mude as atitudes. Se queremos ver quem somos, analise seu círculo de amizades. Como eles são? Eles me trazem mensagens boas? Me trazem paz? São benéficos ou maléficos? Eles me ajudam ou só me deixam para baixo? Não os culpem pelo estado que você está no momento pois somos responsáveis em 100% de tudo que nos acontece. Se eles estão perto de nós, é porque nossa vibração tem sintonia com as deles.
Se você está mal, procure se distanciar deles. Melhore emocionalmente e mentalmente e você perceberá que as más companhias se afastarão sozinhas. Seja a luz no meio à escuridão. Só se aproxime quando você estiver 100% e puder ajudá-los. Leia bons livros, que ajudam a mudar as atitudes. Tenha pensamentos novos. Mude os paradigmas. Retire as crenças e dogmas de sua vida. Não acredite em ninguém, nem em você mesmo, mas aprenda a ouvir! Ouça sem julgamentos prévios baseados em crenças e dogmas arcaicos. A Verdade possui muitas faces. Não acredite em ninguém, mas ouça, e descubra a sua Verdade!