segunda-feira, 2 de abril de 2012

Timo

Timo




No meio do peito, bem atrás do osso que une as costelas (osso externo), fica uma pequena glândula chamada timo. Seu nome em grego, thýmos, significa energia vital. Ela cresce quando estamos contentes, encolhe pela metade quando nos estressamos e mais ainda quando adoecemos.

Essa característica iludiu durante muito tempo a medicina, que só conhecia através de autópsias e sempre a encontrava encolhido.



Supunha-se que atrofiava e parava de trabalhar na adolescência, tanto que durante décadas os médicos americanos bombardeavam timos adultos perfeitamente saudáveis com megadoses de raios X achando que seu "tamanho anormal" poderiam causar problemas.

Mais tarde a ciência demonstrou que, mesmo encolhendo após a infância, continua totalmente ativa; é um dos pilares do sistema imunológico, junto com as glândulas adrenais e a espinha dorsal, e está diretamente ligado aos sentidos, à consciência e à linguagem.






Se somos invadidos por micróbios ou toxinas, reage produzindo células de
defesa na mesma hora.
Mas também é muito sensível a imagens, cores, luzes, cheiros, sabores, gestos, toques, sons, palavras, pensamentos. Amor e ódio o afetam profundamente. Idéias negativas têm mais poder sobre ela do que vírus ou bactérias.



Já que não existem em forma concreta, o timo fica tentando reagir e enfraquece, abrindo brechas para sintomas de baixa imunidade, como herpes.
Em compensação, idéias positivas conseguem dele uma ativação geral em todos os poderes, lembrando a fé que remove montanhas. Um teste simples pode demonstrar essa conexão.


Feche os dedos polegar e indicador na posição de o.k, aperte com força e peça para alguém tentar abrí-los enquanto você pensa "estou feliz".
Depois repita pensando "estou infeliz".



A maioria das pessoas conserva a força nos dedos com a idéia feliz e enfraquece quando pensa infeliz.

As reações são consideradas respostas do timo e o método, que tem sido demonstrado em congressos científicos ao redor do mundo, já é ensinado na Universidade de São Paulo (USP) a médicos acupunturistas.





O detalhe curioso é que o timo fica encostadinho no coração, que acaba ganhando todos os créditos em relação a sentimentos, emoções, decisões, jeito de falar, jeito de escutar, estado de espírito..."

Fiquei de coração apertadinho", por exemplo, revela uma situação real do timo, que só por reflexo envolve o coração. O próprio chacra cardíaco, fonte energética de união e compaixão, tem mais a ver com o timo do que com o coração- e é nesse chacra que, segundo os ensinamentos budistas, se dá a passagem do estágio animal para o estágio humano.


Se você quiser, pode exercitar o timo para aumentar sua produção de bem estar e felicidade. Pela manhã, ao levantar, ou à noite, antes de dormir.


a).. Fique de pé, os joelhos levemente dobrados. A distância entre os pés deve ser a mesma dos ombros. Ponha o peso do corpo sobre os dedos e não sobre o calcanhar, e mantenha toda a musculatura bem relaxada.


b).. Feche qualquer uma das mãos e comece a dar pancadinhas contínuas
com os nós dos dedos no centro do peito, marcando o ritmo assim: uma forte
e duas fracas. Continue entre três e cinco minutos, respirando calmamente, enquanto
observa a vibração produzida em toda a região torácica.


O exercício estará atraindo sangue e energia para o timo, fazendo-o crescer em vitalidade e beneficiando também pulmões, coração, brônquios e garganta.



Fonte: http://pt.shvoong.com/medicine-and-health/1675425-timo/#ixzz1KvFrgube
Timo a Chave da Energia.pps



A sexta posição do Reiki abrange a Glândula Timo, o Chakra Timo o sistema de orgãos regido por essa glândula e os desequilíbrios e somatizações, provocados por nossa ignorância, nos vários planos onde existimos:

PLANO FÍSICO

Harmonizam-se as funções dos brônquios e a parte superior dos pulmões.
Abrange toda a traquéia., coração, glândula timo, responsável pelo sistema imunológico, circulação, veias e artéria que saem do coração. Proporciona drenagem linfática, educação, autoconfiança, equilibra a raiva, ressentimento, ciúme, hostilidade. Capacita a amar com o centro do coração, ao amor incondicional. Propicia a tranqüilidade, aceitação e confiança de si mesmo, serenidade, rejuvenescimento, prazer nas coisas simples.

PLANO EMOCIONAL

Geralmente relaciona-se com problemas nos brônquios, com as broncas reprimidas.
A bronquite está relacionada com dificuldades no meio familiar, discussões, gritos e, às vezes com o silêncio.

PLANO MENTAL

Relaxa propiciando calma e autoconfiança para enfrentar os fatos cotidianos.

PLANO ESPIRITUAL

Permite a comunicação com planos mais sutis, dando maior flexibilidade nesse processo.

CHAKRA DO TIMO OU ÁGUA MARINHA: localiza-se entre o Laríngeo e o Cardíaco. Segundo alguns pesquisadores este chakra encontra-se em processo de formação, visto que a humanidade está transitando para uma nova era. Sua cor é azul celeste; governa a glândula timo e o sistema imunológico. Quando se encontra harmonizado, favorece a comunicação telepática com planos e seres pertencentes aos meios energéticos mais sutis. Induz ao amor incondicional, iniciando a busca pela paz universal.


Fonte: Manual de Reiki l e ll Com Introdução a Cura Quântica Estelar