segunda-feira, 28 de março de 2011

Medicina Chinesa defende benefícios de se beber água morna em jejum


Medicina Chinesa defende benefícios de se beber água morna em jejum

É fato que a ingestão regular de água, além de absolutamente necessária, também é bastante saudável. A medicina chinesa defende que bebê-la morna e em jejum diminui o apetite e ajuda no funcionamento do intestino. Tal método se baseia na teoria do Yin-yang, que significa frio e calor, respectivamente. Esta filosofia acredita que o equilíbrio da natureza está na moderação entre esses dois elementos. 
Partindo desse princípio, entende-se que o corpo se encontra estável quando consegue equilibrar as temperaturas. Os especialistas chineses dizem que a temperatura morna melhora o funcionamento do estômago e protege a parede estomacal. 
Porém, os médicos alopatas contestam o hábito oriental de tomar água morna. Eles ressaltam que não é a temperatura que faz bem para o organismo, mas sim a água, uma vez que o organismo acaba gastando calorias para absorvê-la, ajudando na queima de gordura. Mas como a temperatura do corpo é inferior ao normal logo pela manhã, ingerir água morna ajudaria o organismo a se estabilizar.
Independentemente da polêmica, fica a dica de se ingerir água regularmente. A sede não é um bom parâmetro para medir a necessidade de água do organismo, principalmente em crianças e idosos. Um parâmetro melhor é a cor da  urina: quase transparente ou com uma cor bem clara significa que a pessoa está bem hidratada; se for amarelo forte ou uma cor escura. significa desidratação. Outros sinais e sintomas variam, dependendo do grau de desidratação, que pode ser leve, moderada e severa. 
Desidratação – Ela ocorre quando há perda de água e de minerais importantes, como sódio, cloro, potássio, magnésio, etc. Surge quando a pessoa:
  • Não bebe fluidos suficientes
  • Exercita-se em ambientes quentes
  • Exercita-se em ambientes frios
  • Treina em altas altitudes
  • Consume álcool ou exercita-se com ressaca