sábado, 24 de março de 2012

ALCACHOFRA



ALCACHOFRA
Iniciamos este mês de março com a alcachofra. Usada há muitos séculos para auxiliar a digestão e o bom funcionamento do fígado.
Encontramos:
Cinarina: ácido orgânico que estimula os pontos de paladar doce nas papilas gustativas de algumas pessoas, fazendo com que os alimentos ingeridos pareçam mais doces. Também oferece proteção antioxidante contra carcinógenos e toxinas ambientais, como a fumaça e no fluxo biliar (ajuda na remoção das substâncias tóxicas do organismo) e na prevenção do acúmulo de gordura no fígado (esteatose hepática).
Folato: conhecida também como ácido fólico, pode ajudar a reduzir risco de doenças cardiovasculares, reduzindo os níveis de homocisteína, um aminoácido associado à aterosclerose. O folato também previne o câncer além de prevenir anomalias congênitas (gravidez).
Luteolina: flavonóide com potencial para evitar a oxidação do LDL-colesterol (“mau”). Alguns estudos preliminares sugerem que a luteolina também bloqueia a liberação de histaminas, que podem causar congestão e inflamação.


Dicas:
● Prefira as alcachofras cozidas no vapor (os flavonóides são solúveis em água).
● Após cozida, mergulhe as folhas numa mistura de: alho amassado e frito, pimenta vermelha, tofu e suco de limão.
● Para preparar aperitivo rápido e delicioso, faça um purê de alcachofra com alho, tofu e creme de leite de soja. Sirva com molho para legumes crus.
Elaborado por: Eliete R. Borges
Nutricionista Clínica
Baseado Livro: A cura pela Comida: Use a alimentação para uma vida mais saudável